Essência Raiz

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Broncodilatador e Antisséptico: Os Usos Medicinais da Embaúba

Resumo: A Embaúba, cientificamente conhecida como Cecropia pachystachya, é uma árvore com uma infinidade de nomes populares e uma rica composição fitoquímica. Tradicionalmente usada por indígenas das Américas Central e Sul, suas folhas têm sido empregadas como broncodilatador, antisséptico, diurético e no tratamento de diabetes. Diversas formulações caseiras aproveitam seus benefícios, e a planta não demonstrou toxicidade em dosagens usuais. Com uma história de uso ancestral e ampla versatilidade terapêutica, a Ambaúba oferece um tesouro da natureza para diversas necessidades de saúde.

NOME CIENTÍFICO: Cecropia pachystachya Trécul
FAMÍLIA: Cecropiaceae
NOME POPULAR: A Embaúba é conhecida por diversos nomes regionais, tais como Ambahu, ambaí, ambaíba, ambaigba, ambaitinga, ambati, ambaúba, árvore-da-preguiça, embaíba, ambaúba, embaúva, caixeta-do-campo, figueira-de-sururinan, ibaíba, ibaítuga, imbaúba, imbaução, pau-de-lixa, torém, umbaúba, umbaubeira e umbaúba-do-brejo.

DESCRIÇÃO BOTÂNICA: A Embaúba é uma árvore silvestre que pode atingir até 15 metros de altura, com um tronco de cor esbranquiçada. Suas folhas são multilobadas, apresentando de 8 a 9 lobos, e quando secas, adotam uma forma que lembra uma mão fechada, caindo facilmente das árvores. Essa espécie é amplamente encontrada na vegetação secundária das matas úmidas do litoral e das serras.

FITOQUÍMICA: As folhas da Embaúba possuem uma rica composição fitoquímica que inclui saponinas (como a ambaína), alcaloides (como a cecropina), diversos ácidos orgânicos (como araquídico, cerótico, esteárico, margárico, nonadecanoico, tricosanpoico, pentacosanoico), triterpenoides (como β-sitosterol, α e β-amirina), flavonas (isovitexina, isoorientina, apigenina, luteolina), procianidinas, flavonoides, ácidos fenólicos (como o clorogênico), glicosídeos cardiotônicos, sesquiterpenoides e óleos essenciais (incluindo limoneno, 6-cadineno, calameno e α-copaeno).

Usos Tradicionais e Benefícios à Saúde da Embaúba:

A Embaúba tem uma longa história de uso pelas populações indígenas das Américas Central e Sul, que a utilizam como broncodilatador e antisséptico. Há registros de seu uso desde 1535. Os indígenas aplicavam folhas frescas sobre feridas e queimaduras, e o látex do tronco era empregado para a remoção de verrugas. No Brasil, as folhas secas são frequentemente preparadas como chá e consumidas como diurético. Além disso, no México, é comum que pessoas com diabetes tipo 2 consumam o extrato aquoso de C. peltata ao longo do dia como parte do tratamento.

Parte Utilizada e Formas de Administração:

As folhas da Embaúba são a parte utilizada para fins medicinais, e a via de administração predominante é a oral. A dosagem varia conforme a preparação:
Planta seca: 2 a 10 gramas por dia.
Tintura (1:5): 10 a 50 mL por dia.
Decocto para hipertensão: Preparar com 1 a 2 folhas secas (cerca de 20 gramas) em meio litro de água, fervendo por 10 minutos. Beber uma xícara de chá 1 a 3 vezes ao dia.

Formulações Caseiras:

A Embaúba é versátil, e suas folhas são usadas em diversas formulações caseiras para diferentes finalidades, como xarope para asma e tosse, diurético, tratamento de diabetes, afecções das vias respiratórias, lavagens vaginais, corrimento vaginal e feridas.

Efeitos Adversos e Toxicidade:

A Embaúba não demonstrou toxicidade em dosagens usuais durante um estudo de administração do extrato da planta em animais por 90 dias, não apresentando alterações bioquímicas ou histopatológicas.

Esta planta oferece uma série de benefícios à saúde comprovados ao longo da história, mostrando-se como uma alternativa natural valiosa para diversas condições e necessidades médicas.

REFERÊNCIAS:
LORENZI, H.; MATOS, F.J.A Plantas medicinais no Brasil. Nativas e exóticas. ed. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2002.
PANIZZA, Sylvio. Plantas que curam: cheiro de mato. 4. ed. São Paulo: IBRASA,1997. 279p.
SAAD, G. A et al. Fitoterapia Contemporânea: tradição e ciência na prática clínica, 2ª edição. Guanabara Koogan, 2016

Eduardo Maia

CEO EDUARDO MAIA

Farmacêutico & Fitoterapeuta Clínico
Consultor Técnico Regulatório
Professor Digital

Você pode gostar de...

livro e ebook chás medicinais

Chás Medicinais:
Utilização Segura e Eficaz
Disponível em ebook e na versão impressa.

Chás 
Medicinais

Adquira agora em nossa loja virtual.

curso capsfito

Curso Online 100% GRÁTIS 
Disponível para todos com interesse em aprender mais sobre plantas medicinais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *